Editora

A primeira vez que me sugeriram a criação e formalização da Revista Artrilha por meio de uma empresa minha, eu levei um susto. Eu achava que não estava preparada para um passo tão importante. A ironia é que dois dias depois de teimar que eu não abriria uma empresa, eu estava na frente do computador, entrando com meus dados no portal do empreendedor para a solicitação da MEI.

A constituição da Editora trouxe um amadurecimento de expectativa e um alinhamento de propósito dentro de mim, como se eu tivesse certeza de que era aquilo que eu devia fazer. E eu simplesmente não tive qualquer dúvida. Fiz o cadastro sem um pingo de incerteza. A facilidade do sistema do portal do empreendedor foi uma surpresa inesperada, assim como a agilidade para a liberação do CNPJ. Eu fiz a entrada da solicitação na sexta-feira, e na segunda-feira seguinte, já era uma microempresária, com dados oficiais.

Tudo isso aconteceu porque eu quis uma quebra de paradigmas para publicar a revista com ISBN. Por experiência, eu sei que uma publicação com ISBN tem uma força muito relevante para qualquer carreira, mais ainda para o artista plástico, que pode usar a publicação como obra literária dentro do currículo, e isso é um enorme diferencial e pode se destacar em editais e chamadas de artistas.

A opção pelo ISBN também parecia agregar mais valor para o trabalho editorial que eu havia feito com enorme empenho. Eu sabia que isso me daria uma visibilidade maior com o ISBN. A surpresa veio mesmo quanto a facilidade operacional na plataforma da Câmara Brasileira do Livro, para o cadastro da editora e, posteriormente, para a solicitação, mediante pagamento, do ISBN, do código de barras e da ficha catalográfica. Ou seja, a revista foi publicada com toda a documentação necessária para uma publicação literária para as obras tidas como ‘não literatura’ na categoria publicações de arte.

Hoje a editora não tem somente o projeto da Revista Artrilha em andamento, mas está em negociação para o lançamento de outras surpresas. Aguarde!

 

 

TIMELINE

26/04: nascimento do projeto da Revista Artrilha

01/05 a 31/05: seleção de artistas e coleta de informações (foi solicitado uma bio de até 500 caracteres, uma foto pessoal, fotos de até 10 obras com os dados técnicos).

01/06 a 30/06: prazo dado para confecção da revista. Foi alterado porque eu resolvi:Mudar para uma plataforma paga, muito mais profissional e assertiva;

– Aumentei de 30 para 40 artistas ;

– Aumentei de 1 página para 2 páginas para cada artista;

– Resolvi diagramar personalizado para cada artista considerando: composição, temática, identidade visual, paleta de cores e harmonização das páginas.

01/07 a 31/07: formalização da revista, campanha de marketing e publicação em meios digitais.

– Dúvida sobre formalização da revista com ISBN ou ISSN;

– No dia 17/07 é aberta a MEI da editora com nome fantasia Artrilha Editora;

 – Em 27/07 é solicitado o ISBN da Artrilha Revista pela Artrilha Editora na Câmara Brasileira do Livro.

28/07 a 02/08: artistas enviam vídeos para divulgação da publicação.

03/08 a 10/08: agência de publicidade prepara as artes de divulgação para o feed do Instagram e Stories, com imagem dos artistas em conjunto e mais 4 conjuntos de 10 artistas, e outros 5 vídeos nos quais os artistas dizem o nome e se apresentam e completam “eu estou na primeira edição da Revista Artrilha”.

13/08: lançamento da Revista Artrilha aconteceu formalmente ao primeiro minuto, sendo enviado primeiramente aos artistas que fazem parte da revista, depois aos membros do Artrilha. O que antecedeu o lançamento foi que o grupo Artrilha compartilhou ansiosamente os momentos de lançamento, como menciona uma das artistas tanto do grupo, quanto da revista, Érica Gropp: “parecia aquele cronômetro, estávamos todos os 40 artistas plásticos juntos comemorando um Réveillon Mágico” referindo-se aos comentários no grupo de whatsapp em que os artistas brincavam e faziam piadas enquanto aguardavam o envio da revista pela editora.

 

 

Tem curiosidade sobre alguma coisa da história da editora, fale comigo pelo email editora@artrilha.com.br!

 

um abraço,

Edna